Ir para o site...

CURSO DE TEOLOGIA GRÁTIS COM CERTIFICADO GRÁTIS

O que é Exegese Bíblica

Capa

Comentando Exegese, o professor Jesiel Paulino da Silva afirma que a mesma refere-se ao estudo sistemático e crítico, mui especialmente histórico-literário, da Bíblia conforme princípios hermenêuticos, com o propósito imediato de determinar, com o máximo de precisão, mediante o emprego de certos recursos e instrumentos técnicos, qual o sentido primitivo que o escritor original tencionou dar ao seu texto, isto é, o que o texto quer dizer ou comunicar por si mesmo. É a tentativa de escutar a Palavra conforme os destinatários originais devem tê-la ouvido; descobrir qual era a intenção original da Bíblia”.
Exegese, sob uma perspectiva de conceituação elementar, é também definida como comentário para esclarecimento ou interpretação detalhada de um texto ou palavra – especialmente da Bíblia, leis ou gramática.
A palavra exegese tem sua origem no termo grego exegesis, que tanto pode significar narração, guiar, dirigir, governar, descrição ou apresentação, como explicação e interpretação, que, por sua vez, origina-se de exegeomai. Egeomai significa “conduzir” e ex, respectivamente ek, expressa a idéia de “para fora”. Etimologicamente, o significado proposto para exegese seria “conduzir para fora”.
Exegese é, portanto, a exposição, a operação de interpretar. Enquanto a hermenêutica é a ciência da interpretação, a exegese é a aplicação dessa ciência à Palavra de Deus. Para se compreender bem a exegese, é necessário saber o que é hermenêutica, que vem do grego hermeneutikê e significa “relativo à interpretação, que serve para interpretar, hermenêutica. A palavra está ligada a Hermes, nome que os gregos davam a Mercúrio, de uma palavra da língua grega que significa interpretação, pela razão de ser ele o mensageiro e intérprete dos deuses. Reverenciava-se debaixo deste nome como deus da eloqüência, e em respeito a isto se representava na figura de um homem de cuja boca saíam como pequenas cadeias que parava nas orelhas de outras figuras humanas, que exprimiam aos ouvintes que ele encadeava pela força do discurso (Dicionário da fábula Compré, F. Briguiet & Cia., Rio de Janeiro, p. 221).
Exegese e hermenêutica
Tênue é a linha limítrofe entre a exegese e a hermenêutica. Haja vista que ambas possuem uma intrínseca relação. Todavia, apesar dessa íntima relação, é necessário serem feitas as devidas distinções entre exegese e hermenêutica.
O vocábulo hermenêutica se origina da palavra grega Hermeneutike que por sua vez, é derivada do verbo ermeneuein, que possui significado similar ao de exegese, isto é, “interpretar”. Ordinariamente trata-se dos princípios que dita as regras gerais ou específicas a serem aplicadas na busca e na determinação do sentido dos textos. E, por sua vez, a exegese, como já fora supracitado, trata-se da aplicação concreta de regras hermenêuticas; portanto, ela consiste na explicação propriamente dita do texto.
A Hermenêutica pertence ao grupo de estudos Bibliológicos, isto é, aos estudos centrados na Bíblia. Ela é naturalmente a Filosofia Sacra, e precede imediatamente a Exegese. A Hermenêutica e a Exegese se relacionam na mesma forma que a teoria se relaciona com a prática, pois a exegese é a aplicação metodológica dos princípios técnicos hermenêuticos.
Portanto, a hermenêutica é a ciência da interpretação, e a exegese a extração dos pensamentos que assistiam ao escritor sagrado quando este redigia determinada porção da Escritura. A exegese como ciência da correta interpretação das Sagradas Escrituras possui suas próprias leis de interpretação, que devem ser entendidas e aplicadas corretamente para se descobrir o sentido exato de determinada passagem bíblica.
O Exegeta
Os dicionários comumente definem o termo “exegeta” como “aquele que se dedica a fazer exegese”.
Partindo de uma perspectiva técnica de conceituação, e sabendo que exegese é uma ação de explicação interpretativa, o “exegeta” pode ser conceituado como a pessoa que interpreta e explica o sentido de um texto. Essa conceituação evidencia que todo aquele que interpreta e explica um texto pode ser classificado como exegeta, todavia o questionamento é se o indivíduo é um bom ou mau, exegeta. Por isso, melhor é restringir e denominar como exegeta tão somente aquele que, em um sentido mais profundo, possui a capacitação de conhecer bem o idioma e as circunstâncias dos textos no seu contexto original. Porém, apesar de nem todos poderem ser conceituados tecnicamente como exegetas, todos têm o direito de investigar e interpretar por si mesmos a Palavra de Deus.

CURSO DE TEOLOGIA GRÁTIS COM CERTIFICADO TAMBÉM GRÁTIS - lIGUE: 1141716380

Nossas Redes Sociais

Em breve começaremos a postar conteúdo em nossas redes sociais. Siga-nos e aguarde.

Atenção! Estamos em FASE DE TESTE, algumas funcionalidades ainda estão sendo desenvolvidas e as disciplinas ainda estão sendo organizadas e divididas em lições e aulas. Se você quiser nos ajudar, clique aqui (ou se tiver whatsapp, clique aqui) e envie o seu feedback sobre como podemos construir o melhor curso de Teologia GRATUITO do Brasil. Obrigado!